Oficina de Capacitação

para Professores

Viabilizado pelo Condeca, o projeto tem o objetivo de capacitar 300 educadores dos municípios do Estado de São Paulo para que tenham orientações sobre como incluir crianças com deficiência visual no ambiente escolar.


As oficinas têm carga horária de 24 horas e acontecerão em formato híbrido (on-line e/ou presencial) conforme descrição.



"Sistema Braille de leitura e escrita: noções básicas", com Tânia Resende

Modalidade híbrida (cada turma terá 2 aulas on-line ao vivo e 1 aula presencial na sede da Fundação Dorina)

Quando: 2, 9, 16 e 23/10, das 8h às 12h.



"Adaptação de materiais pedagógicos para educandos com deficiência visual", com Érika Rack Drezza

Modalidade 100% on-line e ao vivo das 8h às 12h.

Quando: 2, 9, 16 e 23/10, das 8h às 12h.


ATENÇÃO: INSCRIÇÕES ENCERRADAS! NOVAS TURMAS EM BREVE!

 


No entanto, você pode fazer o cadastro para ser informado sobre as próximas turmas! ;)


Fique atento ao calendário e formato das aulas!

Preencha os seus dados

Você receberá um e-mail de confirmação

Nosso objetivo é capacitar professores e promover condições para que o processo de inclusão escolar ocorra de maneira mais adequada e com maior sucesso!

Foto de um menino usando uma lupa eletrônica. Ele tem cabelos lisos, usa óculos escuros, tem pele clara e veste uma jaqueta jeans azul.

Sistema Braille de leitura e escrita: noções básicas


O curso traz informações sobre a origem, a evolução e a estrutura do Sistema Braille, ressaltando sua fundamental importância no processo de alfabetização das crianças cegas. Grafia, o uso do punção, da reglete e da máquina braille são alguns dos conteúdos abordados nesse importante curso para promover o processo de ensino e aprendizagem dos alunos com deficiência visual.

foto de uma garotinha de óculos escuros segurando bengala rosa em um parquinho. Ao fundo há um menino andando de triciclo e três adultos conversando.

Adaptação de materiais pedagógicos para educandos com deficiência visual


Há uma recorrente demanda dos professores, principalmente do ensino infantil e fundamental, em relação à materiais acessíveis para alunos com cegueira e baixa visão. Esse curso trará sugestões de confecção de materiais adaptados a partir de elementos simples que proporcionarão uma ajuda efetiva no processo de inclusão escolar.

 

Conheça as professoras


Foto preto e branco de Tânia Resende, retratada do peito pra cima. Ela sua camiseta branca e está sorrindo.

Tânia Resende

Mestre em Educação pela UNICID – SP, graduada em Pedagogia pela UNIP e habilitada na educação de pessoas com deficiência visual pela UNESP-Marília Atualmente compõe a Comissão Brasileira do Braille, atua como professora de Sala de Recursos para pessoas com deficiência visual na Rede Estadual de São Paulo e é membro da equipe técnica do CAPE.

Retrato em preto e branco de Érika Drezza. Ela tem pele clara, cabelos compridos e castanhos  e está sorrindo.

Érika Rack Drezza

Pedagoga pós-graduada na área de Educação Especial com aprofundamento em Deficiência Visual pela Universidade Cidade de São Paulo - UNICID. Durante 14 anos atuou no acompanhamento de alunos com deficiência visual em sala de recursos, orientou professores na sala de aula regular e realizou atendimento especializado às pessoas com deficiência visual no Instituto Jundiaiense Luiz Braille.


Fundação Dorina Nowill para Cegos